"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." (Martin Luther King Jr)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Corregedora-geral encerra correição no TRT-23

01/03/24 - Os resultados da correição ordinária realizada pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho durante esta semana no Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) foram apresentados à sociedade em sessão pública na manhã desta sexta-feira (1º).  A ministra Dora Maria da Costa, corregedora-geral da Justiça do Trabalho, e sua equipe examinaram os dados relativos às estruturas e aos sistemas eletrônicos no âmbito judicial e administrativo. Entre os pontos positivos registrados, ela destacou o cumprimento de todas as metas nacionais em 2023, o aumento da produtividade e os índices de conciliação.  Metas Quanto às metas, a ata registrou em especial que o Tribunal atingiu 99,2% da meta 2 (julgar processos mais antigos), tendo atingido o percentual de 99.2%. A ministra lembrou, no entanto, a necessidade de incrementar o número de processos julgados neste ano, tendo em vista as regras já pulgadas pelo CNJ para 2024. Produtividade Em relação à produtividade, a corregedora parabenizou magistrados e servidores pelos resultados alcançados, notadamente na fase de execução, em que o volume de processos encerrados anualmente tem superado a média de tribunais de mesmo porte, e o prazo de tramitação registrou considerável redução. Na fase de conhecimento, o prazo médio entre a distribuição dos processos até a sentença caiu de 189 dias, em 2021, para 151 dias, em 2023.  No índice de produtividade, a quantidade de processos pendentes de solução é menor do que a média de tribunais do mesmo porte, e a taxa de congestionamento está com tendência de redução. Conciliação Outro ponto de destaque foram os percentuais de conciliação  acima de 47%, em razão do aumento gradativo dos processos encaminhados para os Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) de 1º e de 2º graus, que contam com estrutura adequada. Também foi ressaltada a capacitação de magistrados e servidores que atuam nessas unidades e os projetos de fomento da cultura da conciliação desenvolvidos no TRT, como o Cejusc Itinerante.  (Com informações e foto do TRT-23)    
01/03/2024 (00:00)

Contate-nos

QUARTIERI SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Rua Cândido Carneiro  133
-  Vila Bom Jesus
 -  São José do Rio Preto / SP
-  CEP: 15014-200
+55 (17) 3364-0362+55 (17) 98107-0673
Visitas no site:  134591
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia