"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." (Martin Luther King Jr)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Presidente do TJSP é agraciado com medalha constitucionalista

Evento celebra Revolução de 32. O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia, participou, hoje (9), das comemorações do 92º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932. Também estavam presentes os chefes dos poderes Executivo e Legislativo: o governador Tarcísio de Freitas e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual André do Prado. A Revolução de 32 foi um movimento paulista que ocorreu entre os meses de julho e outubro daquele ano, com o objetivo de derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e instituir um regime constitucional. Foi o último grande conflito armado no Brasil, com 87 dias de combates, que totalizaram, oficialmente, 934 mortes. Estimativas não oficiais reportam até 2.200 baixas. A revolução deixou legados ao país, que culminaram com a promulgação de uma constituição em 1934. Na comemoração de hoje, o presidente Fernando Torres Garcia foi agraciado com a Medalha Constitucionalista. O galardão é concedido a personalidades civis e militares que prestaram relevantes serviços ao culto da epopeia cívica de 9 de julho de 1932. A outorga se dá pelo governador, acompanhado pelo presidente da Sociedade Veteranos de 32, Carlos Romagnoli. Também foram agraciados o presidente da Alesp, André do Prado; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, desembargador Silmar Fernandes; e o secretário da Segurança Pública, Guilherme Muraro Derrite; entre outros civis e militares, totalizando 32 pessoas. Celebração O evento alusivo ao 92º Aniversário da Revolução aconteceu em frente ao Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Logo no início da cerimônia, ocorreu a transmissão do comando do Exército Constitucionalista para a senhora Maria Lúcia Camargo, filha de combatente, posto transmitido pelo vice-presidente da Sociedade de Veteranos de 32 – MMDC, Luiz Fernando Valente de Souza Marcondes. O ritual teve a presidência do comandante-geral da Polícia Militar, cel PM Cássio Araújo de Freitas. Na Ordem do Dia, lida por Maria Lúcia Camargo, foi destacada a bravura dos heróis de 32, que continuam a inspirar novas gerações. “Lutaram com coragem e determinação, defendendo uma nação justa e democrática”, disse. O texto também ressaltou a atitude dos voluntários, que entregaram suas vidas almejando um futuro melhor para todos. Antes da entrega da Medalha Constitucionalista, também ocorreu a tradicional cerimônia de sepultamento. Todos os anos, os despojos de heróis que foram sepultados em outros locais do país são transferidos para o mausoléu, onde estão os túmulos dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, mortos no dia 23 de maio de 1932, e suas iniciais formam a sigla MMDC. Em 2024, nove heróis foram homenageados em cortejo formado por cadetes da Academia de Polícia Militar do Barro Branco até o local. O evento foi encerrado com o desfile cívico-militar. Também estavam presentes o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes; o presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, desembargador militar Enio Luiz Rossetto; o vice-presidente do TRE-SP, José Antonio Encinas Manfré; o procurador-geral de Justiça, Paulo Sérgio de Oliveira e Costa; o chefe da Assessoria Policial Militar do TJSP, cel PM Miguel Elias Daffara; entre muitas autoridades civis e militares. Mais fotos no Flickr.
09/07/2024 (00:00)

Contate-nos

QUARTIERI SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Rua Cândido Carneiro  133
-  Vila Bom Jesus
 -  São José do Rio Preto / SP
-  CEP: 15014-200
+55 (17) 3364-0362+55 (17) 98107-0673
Visitas no site:  200715
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia