"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." (Martin Luther King Jr)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

TSE promove 2º encontro de grupos de pesquisa sobre temas eleitorais

Começou nesta quarta-feira (15) no Auditório I do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o 2° Encontro dos Grupos de Pesquisa do TSE. Promovido pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE) da Corte, o evento reúne pesquisadoras e pesquisadores com o objetivo de apresentar resultados preliminares de investigações científicas com soluções para problemas de interesse da Justiça Eleitoral. O encontro foi aberto pelo diretor da EJE, ministro Floriano de Azevedo Marques, com a ministra Edilene Lôbo e o professor Rogério Arantes, da Universidade de São Paulo (USP).Servidoras do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) participam do evento como pesquisadoras, apresentando seus trabalhos. Também estiveram presentes no encontro a juíza do TRE-SP Maria Cláudia Bedotti, o diretor-geral do TRE-SP, Claucio Corrêa, e o chefe da 403 Zona Eleitoral — Jaraguá, Luís Alberto Paz Delgado Filho, pesquisador sobre o tema dos partidos políticos.O ministro Floriano de Azevedo Marques destacou que as discussões realizadas dentro dos grupos de trabalho têm como meta aprimorar a governança institucional, aperfeiçoar a gestão do processo eleitoral, promover a integração do Tribunal com a sociedade e com a comunidade acadêmica. Além disso, buscam estimular servidoras, servidores, magistradas e magistrados ao estudo, à discussão e à pesquisa em Direito Eleitoral, a partir da produção científica.Divisão em linhas de pesquisaOs grupos estão pididos em quatro linhas de pesquisa que, de acordo com o diretor da EJE, ministro Floriano de Azevedo Marques, refletem os maiores desafios da Justiça Eleitoral atualmente: governança eleitoral, partidos políticos, democracia em redes e inclusão e persidade.Na tarde desta quarta (15), a chefe da Seção de Publicações e Pesquisas do TRE-SP, Nísia Pudwell Chaves Beda, apresentou o trabalho “Gestão eleitoral como política pública em perspectiva comparada: registros de eleitores no Cone Sul”, dentro da Mesa II, sobre governança eleitoral.Na manhã desta sexta (16), está prevista a participação da servidora do TRE-SP Gláucia Bertocchi Faria Berg, assistente da Presidência do Tribunal, na mesa Mesa V, sobre inclusão e persidade. O tema de sua pesquisa, feita em conjunto com os servidores do TSE Gildene Pequeno Evangelista e Marcos Heleno Lopes Oliveira, foi “Aumento de candidaturas de mulheres, pessoas negras e LGBTQIA+ e as alterações nas regras eleitorais”.Ainda na parte da manhã de sexta, na mesa VI, também sobre inclusão e persidade, a secretária de Planejamento Estratégico e de Eleições do TRE-SP, Regina Rufino, deve apresentar o seu trabalho “Sub-representação da mulher negra na política brasileira e o impacto das ações afirmativas em prol de candidaturas negras implementadas pela justiça eleitoral: avanços e desafios”.A ministra Edilene Lôbo elogiou o trabalho desenvolvido por todas as pesquisadoras e pesquisadores participantes do evento. “Aqui apresentamos algumas possibilidades. Com o desenrolar da pesquisa, elas poderão ser reforçadas. E, na sequência, poderão entregar não somente para a Justiça Eleitoral, mas para a sociedade brasileira, novidades importantes e interessantes que podem, sim, ser colocadas em prática na direção de mudar a realidade brasileira, especialmente no que diz respeito à inclusão e à proteção dos espaços para as maiorias minorizadas no país”, afirmou a ministra.NúmerosComo condutor dos trabalhos no encontro, o professor Rogério Arantes, da Universidade de São Paulo (USP), chamou a atenção para a persidade do edital lançado pelo TSE no final de 2023. “Trouxemos 47 tópicos específicos de investigação no âmbito das quatro linhas [de pesquisa] que foram definidas. Tudo ocorreu em um curto espaço de tempo, em dez dias recebemos 85 inscrições, com igualdade de gênero, sendo 42 homens e 43 mulheres, e 18 estados representados. Profissionais de 12 áreas do conhecimento se candidataram. Ao final, selecionamos 40 pessoas de 12 estados”, informou ele.Da esq. para a dir., a juíza do TRE-SP Maria Cláudia Bedotti, a ministra do TSE Edilene Lôbo e a secretária de Planejamento Estratégico e de Eleições do TRE-SP, Regina RufinoProgramação15 de maio (quarta-feira)✔ Governança Eleitoral:Abordagem histórica – Justiça Eleitoral entre 1930-1937Modelos comparados de adjudicação eleitoralGestão eleitoral como política pública em perspectiva comparadaA dimensão internacional da governança eleitoral✔ Partidos Políticos:Gênero e persidade nos partidos políticosPrestação de contas e governança partidária✔ Democracia em Redes:Desinformação I – Regulação e JurisprudênciaDesinformação II – CapacitaçãoPropaganda com foco no impulsionamento de campanhas16 de maio (quinta-feira)✔ Inclusão e Diversidade:Uma fotografia da representação feminina preta na Câmara dos Deputados: composição e ações.Aumento de candidaturas de mulheres, pessoas negras e LGBTQIA+ e as alterações nas regras eleitorais.Fiscalização das autodeclarações étnico-raciais em processos eletivos no Brasil.Uma análise de gênero das condenações em processos de prestações de contas das eleições de 2022 no Rio Grande do Sul.Sub-representação da mulher negra na política brasileira e o impacto das ações afirmativas em prol de candidaturas negras implementadas pela Justiça Eleitoral: avanços e desafios.Protocolo de atendimento para imigrantes naturalizados na Justiça Eleitoral Brasileira.Procedimento de heteroidentificação como critério complementar à autodeclaração para análise qualitativa da política pública de ação afirmativa destinada à reserva racial de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) no Brasil.Com informações do Tribunal Superior Eleitoralimprensa@tre-sp.jus.br
17/05/2024 (00:00)

Contate-nos

QUARTIERI SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Rua Cândido Carneiro  133
-  Vila Bom Jesus
 -  São José do Rio Preto / SP
-  CEP: 15014-200
+55 (17) 3364-0362+55 (17) 98107-0673
Visitas no site:  188740
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia