"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." (Martin Luther King Jr)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

“De Portas Abertas com a Rede” recebe instituições em encontro sobre violência contra a mulher

Iniciativa do Judiciário paulista. A Vara Central de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher promoveu, hoje (25), o encerramento do primeiro ciclo de conversas do projeto “De Portas Abertas com a Rede”, voltado para mulheres em situação de violência doméstica com medidas protetivas vigentes. O encontro aconteceu na Casa da Mulher Brasileira e foi conduzido pela juíza Joanna Palmieri Abdallah e prestigiado pela coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJSP, desembargadora Flora Maria Nesi Tossi Silva, e pela defensora pública-geral, Luciana Jordão da Motta Armiliato de Carvalho. “De portas Abertas com a Rede” é um espaço de diálogo e acolhimento de mulheres em situação de violência doméstica e familiar, que possibilita a troca de experiências, inserção na rede de proteção e identificação de situações de violência. O projeto promove rodas de conversa, orientações jurídicas e encaminhamentos das vítimas. Para fechar as atividades do semestre, o Judiciário reuniu outras instituições públicas, que apresentaram suas atividades no combate à violência contra a mulher. Representantes da Polícia Civil, Ministério Público, Defensoria Pública e Guarda Civil Metropolitana falaram de suas respectivas atribuições e tiraram dúvidas sobre boletim de ocorrência, pedido de medida protetiva e produção de provas. Ao final da reunião, a juíza Joanna Palmieri Abdallah agradeceu à equipe organizadora e às participantes, que se dedicaram ao projeto nos últimos meses. “Aprendemos e aprimoramos a cada novo encontro. O acesso à informação é essencial e uma arma poderosa para todas as mulheres”, disse. Também participaram o 2º subdefensor público-geral, João Felippe Belém de Gouvêa Reis; a delegada Cristine Nascimento Guedes Costa; a defensora pública Raquel Peralva Martins de Oliveira; a promotora Juliana Gentil Tocunduva; a subinspetora do programa Guardiã Maria da Penha, Leila Regina Barquilha; psicólogas e assistentes sociais do TJSP; representantes de instituições e convidadas.
25/06/2024 (00:00)

Contate-nos

QUARTIERI SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Rua Cândido Carneiro  133
-  Vila Bom Jesus
 -  São José do Rio Preto / SP
-  CEP: 15014-200
+55 (17) 3364-0362+55 (17) 98107-0673
Visitas no site:  200620
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia