"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." (Martin Luther King Jr)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

PT e Patriota de São Paulo têm contas desaprovadas pelo TRE-SP

As contas dos diretórios estaduais do PT e do Patriota, relativas aos exercícios de 2016 e de 2019, respectivamente, foram desaprovadas por unanimidade em sessão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) na última quinta (1º/12).Nas contas do PT foram verificadas, entre outras falhas: a ausência de documentação para comprovar obrigações baixadas sem o efetivo pagamento, no valor de R$ 867.130,04, caracterizando recurso de origem não identificada, que deve ser recolhido ao Tesouro Nacional; o recebimento de R$ 498.462,46 do Fundo Partidário, quando o partido estava impedido de receber recursos dessa natureza, e a emissão de um único cheque de R$ 383.125,17 para pagamento de persos beneficiários com recursos do Fundo Partidário, devendo essas quantias também serem devolvidas ao Tesouro; e a não comprovação da aplicação de R$ 74.330,92 do Fundo Partidário (5% do total) para promoção da participação política das mulheres, devendo esse valor ser transferido para a conta bancária específica para esse fim.No total, foram apontadas irregularidades no valor de R$ 3.662.381,18 (51,61% da movimentação financeira do exercício), que, segundo o relator, “comprometem a higidez das contas, sendo inviável a aplicação dos princípios da proporcionalidade, razoabilidade e insignificância”.Foi determinado o recolhimento de R$ 1.859.241,31 ao Tesouro, além de multa de 10% desse montante, e a suspensão de cotas do Fundo Partidário até o pagamento da quantia devida.PatriotaJá as contas do diretório estadual do Patriota relativas ao exercício de 2019 foram desaprovadas por dois motivos: a não apresentação dos extratos bancários referentes a uma conta do Banco do Brasil, que não foi declarada na prestação de contas, e a existência de um saldo de fundo de caixa em dinheiro no valor R$ 7.940,73, quantia superior a R$ 5.000, o máximo permitido pela Resolução nº 23.546/17 do Tribunal Superior Eleitoral.O relator Marcio Kayatt, registrou em seu voto que o valor de R$ 7.940,73 de fundo de caixa representa 7,67% do total da movimentação financeira do partido no ano; e afirmou, ainda, que a ausência dos extratos bancários “é grave e suficiente, por si só, para fundamentar a desaprovação das contas, o que inviabiliza a aplicação dos princípios da proporcionalidade e da razoabilidade para eventual aprovação das contas com ressalvas”.Processo PT 0000115-96.2017.6.26.0000Processo Patriota 0600306-87.2020.6.26.0000imprensa@tre-sp.jus.brCurta nossa página no Facebook Siga nosso twitter oficial trespjusbrSiga nosso Instagram @trespjus
06/12/2022 (00:00)

Contate-nos

QUARTIERI SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Rua Cândido Carneiro  133
-  Vila Bom Jesus
 -  São José do Rio Preto / SP
-  CEP: 15014-200
+55 (17) 3364-0362+55 (17) 98107-0673
Visitas no site:  41803
© 2023 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia